Tratamento

Você sabe os benefícios da quiropraxia para escoliose?

Algumas técnicas não tradicionais, aparecem como opção para pessoas que desejam tratar doenças e dores indesejáveis, sem precisar recorrer a medicação.

Entre esses procedimentos alternativos, está a quiropraxia, cujo objetivo é atenuar ou curar problemas clínicos ou desconfortos físicos, através do realinhamento da coluna vertebral.

O método, fundado por Daniel David Palmer no final do século XIX, nos Estados Unidos, chegou ao Brasil em 1922, sendo posteriormente sistematizado até a fundação de entidades como a Associação Brasileira de Quiropraxia (ABQ).

Hoje, é reconhecido pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), como curso de graduação e tem sido cada vez mais procurado, por aqueles que buscam melhoria em sua qualidade de vida.

Em São Paulo, o tratamento é oferecido, por exemplo, em clínicas de fisioterapia na Vila Mariana.

A quiropraxia é uma forma de tratamento que visa restabelecer o funcionamento do sistema nervoso, na relação que este estabelece com a coluna vertebral e outras articulações do corpo.

Portanto, do que podemos chamar de sistema neuro-músculo-esquelético: o conjunto dos sistemas nervoso, muscular e ósseo.

Ao contrário do que comumente se acredita, o objetivo de uma sessão de quiropraxia, não é o relaxamento muscular, como ocorre no caso de uma massagem tradicional.

O foco do método é o realinhamento e funcionamento das atividades reguladas pelo sistema nervoso, sem que o paciente precise recorrer ao uso de medicamentos.

O procedimento quiroprático, exige que os profissionais sejam qualificados e graduados, contendo registro na ABQ (Associação Brasileira de Quiropraxia).

Vale ressaltar que a sessão de quiropraxia possui um duplo caráter: curativo e preventivo, sendo recomendada para o tratamento de doenças nas articulações, dor no pescoço, dor nas costas, hérnias de disco, etc.

Há ainda a possibilidade de se realizar o tratamento de doenças clínicas por meio da quiropraxia, o que é o caso, por exemplo, da escoliose.

O que é Escoliose? Como é possível tratá-la?

A escoliose é uma doença que acomete pessoas de várias faixas etárias mas, é mais comum em adolescentes em fase de crescimento, especialmente as meninas.

Como a maioria das patologias da coluna vertebral, a escoliose normalmente é idiopática, ou seja, sua origem não é conhecida.

Em alguns casos, no entanto, ela pode ter procedência genética ou surgir em decorrência de traumas sofridos ao longo da vida. É possível também que disfunções neurológicas ou musculares sejam a causa da doença.

Pessoas que apresentam quadro de escoliose, possuem um desvio da coluna vertebral, que pode assumir o formato de S ou de C.

Causando problemas de movimento, posturas inadequadas e impedindo o correto funcionamento do sistema nervoso integrado a coluna vertebral.

Normalmente, ela não provoca dores no início do quadro clínico, que costuma se dar ainda durante a infância. Essa condição dificulta o diagnóstico e o tratamento adequado da doença.

Por gerar um peso desigual entre os dois lados do corpo, o desvio patológico pode evoluir para quadros estruturais, como o bico de papagaio.

Para ser considerado portador desta doença, o ângulo da curva na coluna tem que ser maior do que 10 graus, sendo que essa condição de desvio se agrava com o tempo.

Por isso, é ideal que seja feito um diagnóstico o quanto antes, para que um tratamento adequado possa ser realizado.

Para isso, pode-se usar o tratamento de escoliose com quiropraxia. É importante saber que os principais sintomas da escoliose são:

  • Problemas respiratórios;
  • Dores nas costas;
  • Ombros não alinhados;
  • Quadril assimétrico;
  • Diferença na curvatura da cintura;
  • Escápula saltada.

O tratamento de escoliose com quiropraxia

No tratamento de escoliose com quiropraxia, o profissional irá focar na relação o sistema nervoso com a coluna, restaurando a sua função.

As manobras realizadas pelo profissional da quiropraxia, visam estabilizar o crescimento da doença, retardando ou interrompendo sua evolução.

A sessão de quiropraxia, alinha a coluna e devolve a mobilidade perdida com o agravamento da doença.

Os ajustes quiropráticos impedem, portanto, que a curvatura da coluna aumente seu grau de desvio, estabilizando a patologia e trazendo maior qualidade de vida aos acometidos pela escoliose.

Para que o resultado deste tratamento de escoliose com quiropraxia dê certo, é necessário que a musculatura do paciente seja relaxada, a fim de que as vértebras sejam recolocadas no lugar.

Também é preciso que haja uma sintonia com os exercícios posteriores ao tratamento, que irão garantir sua eficiência.