Cabelos

Tudo o que precisa saber sobre calvície

O cabelo é um dos traços externos e físicos que mais representam a personalidade de uma pessoa. Desde a antiguidade é possível encontrar relatos que demonstram que as madeixas sempre foram algo importante para a sociedade, servindo para enfeitar e adornar as cabeças.

Algo muito interessante a se pensar é como, principalmente na cultura ocidental, os padrões de seguidores da cultura seguiram algumas modas da época, sendo que em determinado período de tempo era mais aceitável deixar os fios mais longos, enquanto em outras o ideal era que eles estivessem mais curtos.

Nos anos 60, por exemplo, a beatlemania levou uma grande parte dos homens a deixar os cabelos crescerem, moda que se estendeu ainda mais nos anos 70. Já entre os 90 e o começo dos 2000, os mais curtos, próximos à raiz, dominaram a moda.

De qualquer forma, curto ou comprido, o importante sempre foi manter a aparência de acordo com a preferência pessoal de cada um.

Tribos urbanas, por exemplo, podem adotar padrões diferentes dos que estão em alta na maior parte da sociedade e, nem por isso, eles deixam de estar contentes da aparência de suas madeixas.

Entretanto, existem alguns fatores que fogem do controle de cada pessoa, o que pode deixar a aparência de seus cabelos um pouco mais desagradáveis a seus olhos e afetara autoestima.

Homens e mulheres podem sofrer com o nascimento de fios brancos, que, embora seja associado, na maioria das vezes, aos sintomas da velhice, podem, na verdade, começar a surgir desde os 25 anos. A sua solução, porém, é um pouco mais simples: tingir os cabelos regularmente evita que a cor branca tome conta dos cabelos.

Um problema maior, contudo, pode ser encontrado e atinge, quase exclusivamente, aos homens: a calvicie pode aparecer também em idades jovens e causar a queda de cabelo excessiva, de modo que o formato começa a modificar.

Diferente da queda de cabelo simples, a calvicie deixa consequências aparentes de modo que, inclusive, a pessoa que sofre com esta condição pode acabar ficando, com o passar dos anos, careca.

As principais causas da queda de cabelo em homens

Ainda que, assim como os fios brancos, esta seja uma característica que é bastante associada ao envelhecimento, a calvície pode surgir em diferentes épocas da vida.

Os principais motivos que podem levar o homem, principalmente, ainda que mulheres possam sofrer com a queda de cabelo, a ter este problema são:

  • Envelhecimento;

  • Doenças no sistema endócrino;

  • Medicamentos que prejudicam a espessura dos fios;

  • Má nutrição;

  • Mudança no metabolismo;

  • Hereditariedade;

  • Entre outros.

A média geral é que uma pessoa perca mais de 100 por dia e o tipo de calvice masculina mais comum acontece quando não há a substituição dos fios que, normalmente, caem todos os dias.

Esta é chamada de alopecia androgenética porque acontece, apenas, quando a sensibilidade aos estímulos de testosterona são alterados por meio de uma determinação genética.

Na maioria das vezes, este tipo de calvície começa a demonstrar sinais no final da adolescência ou no começo da fase adulta de um homem.

Se não for feito um tratamento adequado logo no início do diagnóstico, é quase impossível reverter, ou pelo menos retardar, esta situação.

Tratamento capilar

Existem diversos produtos para cabelos que foram criados especialmente para ajudar no controle de queda. A maioria deles pode ser encontrados em farmácias e perfumarias e a sua principais função é o fortalecimento dos fios para que eles parem de cair de maneira excessiva.

Entretanto, caso você perceba que não é uma queda de cabelos comum, mas sim a perda que começa a mudar o formato da moldura do seu rosto ou, até mesmo, abrir buracos no couro cabeludo, é preciso investir em um tratamento mais sério.

Antes de tudo, é preciso buscar o diagnóstico de um dermatologista, pois ele saberá dizer qual o tipo de queda de cabelo que a pessoa tem e qual a sua principal causa. Desta forma, é possível encontrar o tratamento de calvice ideal para a situação.

Para este caso também existem inúmeras alternativas diferentes. Algumas delas são por meio do uso de produtos especializados, como shampoos e cremes, porém também é possível encontrar alguns tratamentos que envolvem sessões de terapias a laser ou, até mesmo, usando algumas lâmpadas de LED.