Laboratório

Três máquinas curiosas que você não conhecia

O mundo industrial se utiliza de diversas máquinas e equipamentos para executar seus processos. Cada máquina dispõe de uma determinada função, que contribui para a atividade como um todo.

Conheça o filtro de ar eletrostático

O filtro de ar eletrostático, também conhecido por precipitador eletrostático, é uma ferramenta que realiza o controle da emissão de poluentes atmosféricos em indústrias que emitem partículas poluidoras graças ao seu processo de fabricação.

O dispositivo, que pode funcionar eletricamente ou de forma mecânica, atua pela apreensão dos poluentes, devolvendo para a atmosfera o gás purificado.

Os modelos disponíveis de filtros de ar eletrostáticos são, normalmente, aplicados a plantas industriais que produzem materiais com o petróleo, ferro, energia, metais ou na indústria química no geral.

O processo de funcionamento do filtro de ar eletrostático começa pela extração das partículas ou poluentes atmosféricos provenientes da liberação de gases tóxicos pelas fábricas, através de um procedimento de ionização, onde as partículas são induzidas eletrostaticamente.

As partículas são, então, atraídas por componentes do filtro, como as placas ou outros mecanismos de coleta, a fim de torná-las neutras antes de serem emitidas para dentro de um funil.

Ao fim, um transportador contido no interior desse filtro de ar carrega as partículas até o espaço de descarte para que essas sejam adequadamente tratadas.

O filtro de ar eletrostático também serve para capturar e tratar partículas de tamanhos micro ou macro, incluindo os pelos de animais, poeira, mofo, flocos derivados de materiais e pólen, em ambiente doméstico, como nos aparelhos de ar condicionado, sendo recomendados por médicos especialistas (alergistas) nos casos de maior necessidade de controle de poeira em um ambiente.

Por ser fabricado de forma compatível a muitos tipos de sistema de filtragem de ar, esse filtro pode ser aplicado diretamente em um conjunto já existente, variando de acordo com o modelo e o tamanho de fabricação, que são personalizados de acordo com as necessidades do usuário. Pode ser, portanto, um filtro de ar condicionado.

É uma boa opção em gasto energético, uma vez que o filtro que faz parte do sistema não exige nenhuma alimentação elétrica, e a carga estática é criada de forma natural pela fricção que ocorre entre o ar na passagem pela tela.

Esse dispositivo funciona impelindo o ar através das telas de filtro tecidas, formando uma carga eletrostática natural.

É feito a partir de materiais sintéticos, como poliuretano ou polipropileno, que são responsáveis pelo desenvolvimento de uma carga estática no ar a ser filtrado que se agarra, por essa atração, às fibras pertencentes ao filtro.

Com o passar do tempo, devido ao seu funcionamento, é normal que as partículas filtradas se acumulem no filtro, reduzindo sua eficiência.

Mesmo assim, é possível realizar a manutenção desse equipamento de maneira muito simples, com uma lavagem à base de água ou com o auxílio de um aspirador.

São uma alternativa ecologicamente responsável aos filtros convencionais de papel, que são descartáveis, e, portanto, geram acúmulo no meio ambiente, demorando certo tempo para passarem por um processo de decomposição.

Os filtros eletromagnéticos são, portanto, alternativas mais viáveis para realização da purificação de um ambiente industrial ou residencial.

Você sabe o que é um reator encamisado?

O reator encamisado é um utensílio empregado na realização de reações e ensaios do tipo químico que ocorrem sob pressão, como é o caso de processos de hidrogenação e polimerização, e também sendo usado como um tipo de catalisador que acelera os processos.

É feito a partir de um vidro muito resistente a mudanças de temperatura, e por isso é muito empregado em laboratórios (que trabalham, por exemplo, no ramo da engenharia biomédica).

O reator encamisado é um equipamento que pode ser utilizado na produção de substâncias químicas e na realização de experiências de aumento de escala nas plantas do tipo piloto, bem como em reações que empregam energia fotoquímica e em sínteses de elementos químicos.

Ele varia nas suas dimensões e na confecção quando se trata das posições de entrada e saída, e outras características, e por isso são adquiridos por laboratórios de acordo com suas necessidades específicas.

Como funciona a máquina de medição tridimensional?

A Máquina de medição tridimensional por coordenadas é frequentemente empregada no setor industrial, graças à sua capacidade de definir, com precisão, as três dimensões que compõem um objeto.

Esse aparelho possibilita a realização de comparação e análise de modelos físicos de componentes diversos com relação ao que foi desenhado no projeto, garantindo, assim, sua fidedignidade no resultado final.

A Máquina de medição tridimensional trabalha através de um localizador empregado no equipamento.

Esse dispositivo estabelecerá certos pontos de contato com o objeto inserido em seu local de trabalho, através de uma articulação eletromecânica (apalpador), que trabalha em conjunto aos sensores instalados na máquina de medição, determinando posição e as dimensões do objeto, de maneira precisa.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *