treinamento
Equipamentos Manutenção Saúde

Quem deve realizar o treinamento da NR 10?

O setor elétrico é sem dúvida nenhuma um dos mais famosos por ter um grande número de acidentes. Pela eletricidade não ser algo totalmente visível é bastante comum tomar choques mesmo quando você não trabalha na área e não tem um treinamento. 

Afinal de contas, só mesmo a questão do choque elétrico pode ocorrer das maneiras mais variadas possíveis.

Provavelmente, você tomou alguns quando era criança, e sem dúvida nenhuma pode ter tido péssimas experiências no seu chuveiro, por exemplo.

Tudo isto é resultado de uma série de problemas que acontecem em qualquer instalação elétrica e as causas podem ser as mais variadas.

Entretanto, é possível dizer que existem sim várias outras formas de se acidentar com a eletricidade. 

Um exemplo clássico é o próprio efeito joule, que diz que uma passagem de corrente gera também um aumento da temperatura no local.

Sendo assim, é comum que a pessoa sofra queimadura, seja por conta de um fio ou terminal superaquecido, ou até mesmo por conta do temido arco voltaico.

Por isso, para conseguir encontrar segurança quando o assunto é eletricidade, fazer um bom treinamento NR 10 é essencial.

Mas, você sabe para que serve um treinamento deste tipo? Tem noção de como este tipo de capacitação vai fazer com que você consiga proteção e qualidade de trabalho todos os dias?

Hoje, nós traremos aqui algumas informações importantes sobre o curso e também uma lista de quem realmente precisa fazer essa capacitação para poder atuar.

Quem precisa realizar o treinamento NR 10?

Portanto, quando falamos sobre a norma regulamentadora 10, é inegável que também venhamos a entender que o trabalho em situações de riscos de eletricidade exigem várias preocupações.

Por isso, todo um ambiente pode ser problemático. Sendo assim, pessoas que precisam trabalhar em um local de geração de energia, ou mesmo de sua transmissão, obrigatoriamente terão que realizar um curso do gênero.

Mas, o que engana a muitos é pensar que uma pessoa com cargo administrativo, ou seja, alguém que não mexe diretamente com a eletricidade, não precisa realmente fazer o treinamento NR 10.

Entretanto, não estar diretamente exposto a um risco não nega o fato de que ele está presente no seu ambiente de trabalho.

Você provavelmente não irá pegar em um fio para fazer uma manutenção sendo uma secretária. 

Entretanto, pode ser necessário andar por um local em manutenção por várias vezes. Isto requer um conhecimento básico e discernimento de riscos.

Até mesmo a utilização de EPIs pode se fazer necessária em vários casos mesmo sem a atuação direta com a função de risco. 

Pode ser necessário utilizar:

  • Capacetes;
  • Óculos de proteção;
  • Protetores auriculares;
  • Botas.

Este é o exemplo de empresas que possuem pátios de produção, onde mesmo que você não seja um industrial.

Engenheiros elétricos

Estes profissionais são os mais propensos a utilizar o treinamento  NR 10 a seu favor. 

Mesmo que eles estejam à frente de equipes e não sejam burocraticamente obrigados a fazer este tipo de capacitação, é comum que eles escolham fazer do mesmo jeito.

Assim, não só mostram um bom exemplo, mas também aprimoram seus conhecimentos na área e aprendem novas formas de prevenção que de outra maneira seriam ignoradas.

De fato, ainda é importante ter um certificado válido deste curso em mãos, afinal de contas, prestar serviços para terceirizadas é comum, e esta capacitação será exigida nestes casos.

E claro, o próprio engenheiro vai precisar várias vezes visitar alguma instalação durante a sua implementação, podendo até mesmo ter que colocar a mão na massa. Por isso é inevitável fazer este curso.

Eletricistas residenciais e prediais

Outra área muito comum a ser explorada por profissionais da área da eletricidade é atuar com a manutenção corretiva em casas e prédios. 

Até mesmo em comércios que possam exigir uma rede um pouco mais robusta que a normal.

Embora muitos dos reparos sejam simples e nem sempre seja necessário trabalhar diretamente com a instalação de um padrão ou quadro distribuidor de energia. 

É importante ter em mãos conhecimentos básicos que afastarão você de riscos maiores.

Principalmente, para os profissionais que atuam sozinhos, como os eletricistas residenciais. 

O normal é que em uma residência, os riscos sejam menores, assim como os danos, mas isto não significa que eles não estão lá.

Até mesmo casos graves podem acontecer, e por estar sozinho, a melhor maneira é não ter que contar com o conhecimento raso de um cliente sobre o assunto.

Manter as boas práticas em dia é crucial para garantir os bons resultados em segurança.

Técnico em eletrônica

Embora o técnico em eletrônica vá se envolver com tensões mais baixas que o normal, ele ainda lida diretamente com a eletricidade. 

Sem contar o fato de que muitos equipamentos podem possuir transformadores internos que fazem com que a tensão dispare no circuito.

Muitos dos acidentes são resumidos a sustos, mas isto não significa que muitos deles não podem ser realmente graves. 

Por isso, garanta que toda a tratativa com a eletricidade seja feita de maneira responsável.

Considerações finais

Sendo assim, o ponto que precisa ser esclarecido é que você não necessariamente precisa se locomover até algum local para então começar a estudar sobre o tema, existem cursos online com certificado que contam com esses conteúdos para te auxiliar. 

Este tipo de modalidade de ensino EAD é totalmente válida para a capacitação de qualquer engenheiro elétrico. 

Sem contar que ela possui uma maior flexibilidade de horário, agilidade para concluir e valor mais acessível. Tendo ao final o mesmo conteúdo que um curso presencial.

Mas, além disso, quem realmente utiliza a NR 10 no seu dia a dia acaba encontrando uma série de outras vantagens no seu trabalho. 

Até porque as técnicas de segurança muitas vezes se misturam com boas práticas do mercado.

Isto faz com que o trabalho desenvolvido seja diretamente mais profissional. E também garante que você tenha uma aparência de profissional mais completo quando coloca tudo em prática.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *