Equipamentos Exames Manutenção

Procedimentos e cuidados com hospitais

Como a população do Brasil e do mundo tem envelhecido a um ritmo acelerado, a procura por serviços de saúde, de modo geral, está crescendo. Ao mesmo tempo, o sistema público brasileiro é falho, com longas filas para a realização de determinados procedimentos.

Por esse motivo, cada vez mais pessoas que pretendem abrir o próprio negócio cogitam investir na área da saúde, mesmo que seja para abrir uma pequena clínica de cardiologia ou de qualquer outra especialidade.

Apesar de que um estabelecimento de saúde competente ter seu lugar praticamente garantido no mercado, é preciso ter em mente que chegar até lá não é nada fácil.

Afinal de contas, como tais locais lidam com a saúde e a vida de seus pacientes, é essencial tomar uma série de cuidados para garantir que a atenção ao público será de excelente qualidade.

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas dicas de cuidados que são necessários em todo e qualquer estabelecimento de saúde, independentemente de seu porte ou especialidade.

  1. Compra de equipamentos de qualidade

Por mais que nada substitua a presença de um médico competente, que examine e escute seus pacientes, há uma série de equipamentos que eles usam para dar conta de seu trabalho. Entre eles, estão:

  • Estetoscópio;

  • Otoscópio;

  • Oxímetro;

  • Oftalmoscópio.

Por esse motivo, é fundamental o seu estabelecimento conte com equipamentos de qualidade para dar suporte às atividades dos profissionais que nele atuam.

Por mais que o ecocardiograma preço, por exemplo, seja elevado, o investimento retorna sob a forma do reconhecimento da qualidade dos serviços ali prestados, fazendo com que a clínica se consolide como referência no mercado.

  1. Manutenção preventiva do maquinário

Ainda assim, por mais que você compre os melhores itens do mercado para o seu estabelecimento, é preciso ter em mente que, à medida que eles são usados, é normal que se desgastem.

Por essa razão, é fundamental investir na manutenção preventiva e corretiva de equipamentos médico hospitalares: Desse modo, eventuais defeitos podem ser sanados antes que comprometam ou inviabilizem o funcionamento do item.

Também é preciso ter em mente que, para evitar problemas, é fundamental que tais procedimentos fiquem a cargo de especialistas no ramo.

Do contrário, há a possibilidade de que os defeitos não sejam sanados, ou ainda, que sua situação fique ainda pior. Assim, recomenda-se contratar os serviços de uma assistência técnica equipamentos médicos em sua localidade.

  1. Obtenção do laudo AVCB

Ao contrário do que boa parte das pessoas imagina, incêndios não são ocorrências que acometem apenas imóveis velhos e/ou em mau estado de conservação: infelizmente, esse é um tipo de acidente que não tem lugar para acontecer.

Por esse motivo, é fundamental que todo e qualquer estabelecimento, incluindo aqueles do setor de saúde.

Uma das principais medidas a serem adotadas nesse sentido é a obtenção do laudo AVCB, ou auto de vistoria do corpo de bombeiros.

Trata-se de um documento que é emitido após uma inspeção de um membro da corporação, desde que ele constate que todas as medidas de prevenção e combate a incêndios foram devidamente tomadas, como a presença de extintores corretamente posicionados, saídas de emergência e sinalização para elas.

Vale ressaltar que, caso o seu estabelecimento seja muito grande e, consequentemente, difícil de vistoriar por conta própria, é interessante investir na contratação de uma consultoria especializada.

Por mais que isso eleve o laudo avcb preço, trata-se de um investimento, já que o trâmite acontecerá de uma forma muito mais eficiente.

  1. Realização de reformas conforme as regras em vigor

Por último, é preciso lembrar que, se for necessário realizar algum tipo de reforma nas dependências do estabelecimento, é essencial que ela seja conduzida conforme as normas em vigor. Isso é importante pois, do contrário, a segurança dos profissionais nela envolvidos pode ficar em risco e, consequentemente, o proprietário do local pode ser responsabilizado.

A boa notícia é que essa é uma tarefa extremamente simples: basta contratar uma empresa idônea e reconhecida no mercado para se ocupar da tarefa.

Deste modo, garante-se que ela segue algumas boas práticas da área, como a realização do treinamento nr 35 com seus funcionários.

O resultado será uma reforma realizada de forma mais eficiente, sem riscos à equipe envolvida e, consequentemente, sem ter problemas relacionados a acidentes de trabalho.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *