Saúde

Problemas de visão que surgem com a idade

Com o envelhecimento, o nosso corpo passa a funcionar de maneira diferente. Todos os nossos órgãos ficam alterados e as suas funções são executadas com menos eficácia. 

 

As células do nosso corpo começam a morrer. Consequentemente, os processos em que estas células atuavam começam a ser afetados pela ausência das mesmas, daí, surgem os problemas da velhice no corpo físico humano.

 

Com a visão, não é diferente. Os olhos são os órgãos responsáveis pela visão. Esse sentido muito importante para nós humanos é afetado com o passar dos anos. 

 

Para podermos enxergar, os olhos cumprem seu papel no processo da visão: as ondas de luz eletromagnéticas refletidas de objetos, animais, pessoas ou qualquer outra coisa que vemos, chegam até os olhos.

 

Nos olhos, a luz é recebida por células fotossensíveis. Essas células, sensíveis à luz, ao captar o sinal de luz, enviam todas as informações ao cérebro, que processa tudo e forma a imagem que vemos.

 

Além dessas células, os olhos também contam com a ajuda das córneas, retina e outras partes que também ajudam no processo da visão. Com o tempo, com as células vão perdendo a sua eficácia e/ou morrendo, a visão é afetada e surgem problemas.

Os principais problemas que surgem com a idade

Com o passar dos anos, os principais problemas relatados pelas pessoas em sua visão incluem a chamada vista cansada, catarata, olhos ressecados e desconforto nos olhos.

 

A vista cansada, ou presbiopia, é uma enfermidade que surge naturalmente após os quarenta anos nas pessoas. Os olhos já não trabalham como deveriam e a pessoa passa a relatar uma visão mais turva, que enxerga com dificuldade objetos próximos.

 

Geralmente, o uso de óculos é o tratamento mais adequado. O problema da vista cansada também pode ser acelerado pela exposição excessiva a telas de computadores, notebooks, tablets e celulares. 

Já a catarata, problema que também ocorre naturalmente, principalmente após os sessenta anos, é uma lesão que atinge os olhos, em especial, as retinas, tornando a visão mais turva, esbranquiçada e com menor alcance. 

 

A catarata também pode ser adquirida através da exposição excessiva dos olhos a fumaças oriundas de tabagismo ou de fogões a lenha, por exemplo. O tratamento para esta enfermidade consiste em uma intervenção cirúrgica rápida, segura e tranquila.

 

Os olhos secos também são frutos da velhice. Com o tempo, os olhos deixam de produzir lágrimas como fazia. Consequentemente, os olhos não ficam hidratados como deveriam. Por isso, irritações e secura são sentidos  por pessoas.

 

Colírios de lágrimas artificiais podem ser usados diariamente para amenizar este problema. Qualquer outro tipo de colírio só deve ser usado sob a indicação de um oftalmologista, pois pode causar sérios danos aos olhos sem os devidos cuidados.

Como evitar os problemas na visão

É fato que todos enfrentam estes problemas, pois, o envelhecimento é um processo natural do ciclo da vida que traz consigo suas consequências.

 

Porém, é possível evitar que estas doenças cheguem tão rapidamente ou até mesmo que não ocorram, se os devidos cuidados com a visão forem tomados.

Cuidados com a visão

Alguns cuidados devem ser tomados desde cedo, como a adoção de uma dieta rica em nutrientes e vitamina A, a principal vitamina que beneficia os olhos, na forma de betacaroteno.

 

Evitar esfregar os olhos para não danificar a retina, lavá-los com soro fisiológico em casos de contaminação ou coceiras e usar adequadamente os óculos, quando preciso, é essencial.

 

Você também pode tomar suplementos naturais que auxiliam na saúde dos olhos, como o Visium Max, totalmente seguro, aprovado pela Anvisa, com uma fórmula cem por cento natural, tendo eficácia contra desconforto nos olhos, catarata e outros problemas. Aproveite!

Este artigo foi produzido pelos redatores do Combata dengue e Saude Brasil