Cuidados Equipamentos Terceira Idade

Cuidados que você não pensou para os seus avós

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que existem quase 30 milhões de idosos no Brasil. Caso o cenário permaneça inalterado, no ano de 2050, o país terá a quinta maior população idosa do mundo.

O problema é que, à medida que a população muda de predominantemente jovem para mais idosa, surgem uma série de desafios, como a própria questão da previdência.

Além disso, há o cuidado com as pessoas de terceira idade: como o corpo muda à medida que o envelhecimento acontece, o organismo muda, o que pode ser um desafio tanto para os familiares que convivem com eles quanto para os profissionais que atuam nesta área.

A boa notícia é que, com o envelhecimento constante da população, surgiram uma série de técnicas e soluções especiais para melhorar a qualidade de vida, preservando tanto a saúde física quanto mental. Confira algumas delas a seguir:

  1. Mudança para uma casa de repouso

Para boa parte das famílias, enviar um ente querido para uma casa de repouso para senhoras é uma vergonha. Para os entes queridos desse idoso, fazer com que ele viva em um lar específico para a terceira idade seria abandoná-lo, terceirizando o cuidado com ele.

Apesar disso, é preciso ter em mente que os lares para idosos não são os mesmos que eram há alguns anos. Com o aumento da população nessa faixa de idade, tais instituições se transformaram, o que, por sua vez, significa que seus moradores têm uma qualidade de vida cada vez melhor. Atualmente, não é raro que eles usufruam de serviços como:

  • Acompanhamento nutricional;

  • Acompanhamento psicológico;

  • Atividades sociais;

  • Atividades físicas.

Por conta disso, as famílias devem abandonar a antiga visão sobre esses locais, tendo em vista que, em muitos casos, eles podem ser a melhor opção.

  1. Aplique capilar

À medida que o corpo envelhece, ele passa por uma série de mudanças, sendo que algumas delas afetam seriamente a autoestima. Por conta disso, o investimento em procedimentos estéticos na terceira idade não é um luxo. Trata-se de algo que pode melhorar a saúde mental, e, consequentemente, a física.

Uma das principais consequências do envelhecimento é a perda de cabelo, que se torna mais fino, então o aplique capilar passa a ser um dos procedimentos que tem muito a oferecer aos idosos.

Trata-se de um procedimento que tem como objetivo causar uma impressão de alongamento do cabelo, algo que afeta muito a vaidade das mulheres. Além disso, ele não é invasivo, e pode ser feito até mesmo em salões de beleza.

No caso de perda total de cabelo, também há opções interessantes. Ao contrário do que muitos pensam, elas não se limitam à peruca. Atualmente, há opções como o implante capilar, que é pouco invasivo, proporciona um resultado natural e tem muito potencial para melhorar a autoestima do idoso.

  1. Bichectomia

Nos últimos meses, diversos famosos e anônimos têm se submetido a um procedimento estético que se popularizou muito, que consiste em remover o excesso de gordura das bochechas, de modo a afinar o rosto: a bichectomia. Feita por dentistas, muitos se submetem a ela para melhorar sua autoestima, inclusive idosos.

Por mais que esse seja um procedimento relativamente simples, que não requer internação hospitalar, é essencial que ele seja realizado por um profissional qualificado, principalmente no caso dos idosos. Assim, recomenda-se procurar por um bichectomia dentista que seja renomado na área e que passe confiança ao paciente.

  1. Lentes de contato dentais

Na cultura brasileira, um sorriso branco e impecável é essencial para a boa aparência. Por conta disso, cada vez mais pessoas têm investido em procedimentos odontológicos estéticos, independentemente da idade.

Isso também se aplica aos idosos, até mesmo porque, devido ao envelhecimento, os problemas dentários, que prejudicam a harmonia do sorriso, tendem a se intensificar.

Mais uma vez, a área de odontologia estética está avançada, proporcionando uma série de procedimentos rápidos e não invasivos para fazer correções na dentição.

Entre eles, estão as lentes de contato dental: trata-se de lâminas de porcelana muito finas que são colocadas sobre os dentes originais, mediante um leve desgaste de sua superfície. Deste modo, elas ajudam a ocultar pequenos problemas de tamanho e alinhamento dos dentes.

Caso a ideia seja corrigir outros problemas, como dentição amarelada, recomenda-se uma técnica semelhante, que são as facetas de porcelana. Como elas são mais grossas, podem ser usadas na correção de uma gama mais ampla de imperfeições.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *