Curiosidades Procedimentos cirúrgicos

Conheça mais sobre os procedimentos para o corpo

O Brasil está entre os maiores mercados de medicina e de estética no mundo. Na prática, isso significa que, todos os anos, a população investe muito tempo e dinheiro na compra de produtos e na realização de procedimentos que não apenas ajudam a cuidar da saúde, como, também, da beleza.

Neste último caso, por exemplo, o mercado brasileiro só perde em tamanho para China e Estados Unidos. Apesar disso, nem todas as pessoas sabem exatamente como funcionam os procedimentos às quais se submetem.

Isso, por sua vez, é grave: caso algo dê errado, é preciso comunicar a um profissional de saúde o que foi feito, de modo a providenciar tratamento. Além disso, esta é uma informação essencial para que cada um decida ou não se submeter a tal procedimento.

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas informações importantes a respeito de procedimentos que fazem parte do rol de mais procurados, tanto em clínicas médicas quanto de beleza:

  1. Intradermoterapia

A pele é um dos principais termômetros do envelhecimento do corpo. Isso pois, à medida que os anos passam, é normal que ela se torne mais fina e flácida. Além disso, rugas também podem aparecer.

O que nem todos sabem é que o aumento na idade não é o único motivo por trás do envelhecimento cutâneo. Também há outros fatores por trás dele, tais como:

  • Exposição excessiva ao sol;

  • Alimentação inadequada;

  • Tabagismo;

  • Stress.

A boa notícia é que há uma série de tratamentos estéticos que podem ser usados para reduzir os sinais desses e de outros problemas. Entre eles, está a intradermoterapia para melasma, flacidez, gorduras e celulite.

Como o seu próprio nome dá a entender, ela consiste em injetar determinadas substâncias sob a pele, de modo a obter um efeito estético favorável. O botox, por exemplo, é um tipo de intradermoterapia, na qual se injeta toxina botulínica no paciente.

Como essa técnica demanda o uso de substâncias químicas e de agulhas, é essencial que quem pretende se submeter a ela o faça em um estabelecimento de renome, que siga todas as boas práticas da área. Caso o paciente opte por uma clinica de estetica, um procedimento que teria tudo para ser simples, pode causar diversos problemas de saúde.

  1. Depilação a laser

Por mais que o mau aspecto da pele seja uma fonte importante de problemas de autoestima para muitas pessoas, ele não é o único. No caso das mulheres, por exemplo, aquelas que têm problemas hormonais podem sofrer de hirsutismo, ou seja, uma quantidade de pêlos acima do normal, tanto no corpo quanto no rosto.

Felizmente, há um procedimento estético que pode ajudar com isso: a depilação a laser. Ao contrário das técnicas tradicionais, ela é definitiva, eliminando os folículos dos pêlos, trazendo um resultado duradouro. Assim, além de eliminá-los, ele reduz a capacidade do corpo de produzir novos.

Mais uma vez, é fundamental que o procedimento seja realizado em um estabelecimento de confiança, por um profissional qualificado.

Isso pois, devido à popularização da prática, é possível que esteticistas que não são aptos a realizar esse procedimento se aventurem nele de qualquer maneira. Assim, ao procurar um local para fazer depilação a laser Zona Sul ou em qualquer outra região, é preciso pesquisar muito.

  1. Tomografia

Apesar de o contato com o paciente ser algo inegavelmente importante na medicina, ele, por si só, não é o suficiente para a chegada a um diagnóstico preciso em muitos casos. Por conta disso, o profissional costuma pedir que o paciente se submeta a diversos exames, como os de imagem.

Quando, por algum motivo, é preciso que o profissional analise imagens extremamente nítidas e detalhadas do corpo do paciente, o procedimento adotado é pedir uma tomografia com sedação, ou mesmo sem o uso do sedativo.

Como esse exame gera imagens de melhor qualidade que o raio X, pode ser usado para identificar lesões pequenas, ou mesmo para analisar o estado de determinado tecido de uma forma mais meticulosa.

Além disso, em situações nas quais o paciente está com alguma suspeita de problema circulatório, é possível usar a tomografia com contraste.

Ela se diferencia pois quem se submete a esse exame tem um fluido específico injetado em seu organismo, permitindo uma análise da vascularização das mais diversas partes do corpo, e, consequentemente, um diagnóstico mais preciso.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *