Cuidados Exercícios Tratamento

Conheça as técnicas de tratamento para coluna pelos hospitais

Antigamente considerado problema característico da terceira idade, as dores e doenças na coluna estão afetando cada vez mais jovens, adultos e até crianças.

As dores lombares ou ‘lombalgias’, estão, normalmente, associadas ao sedentarismo, à prática esportiva sem acompanhamento e posição incorreta ou estagnada.

Grande parte da população convive com dor lombar, desvio de coluna e outros problemas.
Enquanto as lombalgias são dores que aparecem na coluna lombar, entre a última costela e as nádegas, o desvio de coluna está relacionado à curvatura da coluna vertebral e do tronco.

Os tipos mais recorrentes de desvio são: cifose, escoliose e lordose. A cifose se caracteriza pela coluna excessivamente para fora, ombros caídos ou encurvados, gerando inclusive dor no pescoço.

Já a escoliose é a rotação lateral das vértebras, que deixa a coluna torta. A lordose é a curvatura na região lombar excessivamente para dentro.

Outra parte da coluna muito afetada por dores é a região torácica, entre as regiões cervical e lombar da coluna vertebral.

Esse desconforto pode ser oriundo dos músculos, ossos, nervos ou articulações próximos à coluna torácica. E a dor na área da coluna dorsal é dado o nome de dorsalgia.

A hérnia de disco é mais uma lesão recorrente a muitas pessoas, esse problema que ocorre na região lombar, é a doença que mais gera dores nas costas e alterações de sensibilidade para coxa, perna e até nos pés.

Existem outras doenças que podem afetar a coluna, gerando dores, desconforto e até impedimento na realização de diversas atividades, desde pegar uma criança no colo ou fazer exercícios físicos até o afastamento do trabalho.

Tratamentos para dores na coluna

Diante da variedade de doenças que afetam a coluna, novas técnicas de tratamento têm surgido, o que beneficia muitas pessoas que sofrem com recorrentes dores nas costas.

E a busca por fisioterapia para coluna e outros tratamentos alternativos também está aumentando.

Cada doença exige um tratamento específico, por isso, é importante contar com um especialista para identificar o problema e orientar quanto a melhor intervenção médica, que, em certos casos é cirúrgica.

Os tratamentos para problemas na coluna, normalmente, exigem equipes multidisciplinares, com ortopedistas, neurocirurgiões, reumatologias e fisioterapeutas.

Um grupo de profissionais de diferentes especialidades possibilita que tratamentos para doenças como hérnia de disco, estenose de canal vertebral lombar e cervical, por exemplo, sejam tratadas de forma mais eficaz.

Os exercícios de RPG (Reeducação Postural Global), embora repetitivos, são uma das melhores opções de tratamento para dores na coluna. Eles inclusive podem evitar a necessidade de fazer uma cirurgia para hérnia de disco, por exemplo.

Enquanto exercícios de Pilates fortalecem os músculos e mantém as costas eretas, sendo um complemento interessante ao RPG.

Alguns hospitais vêm buscando reduzir o número de cirurgias optando por tratamentos alternativos para coluna, tendo em vista que, em muitos casos, a intervenção cirúrgica não era a única solução possível.

A proposta passou a ser o fortalecimento da estrutura ao redor da coluna, por meio de exercícios físicos, como hidroginástica. Que, aliados à acupuntura, diminuem a inflamação na coluna e também aliviam a dor.

A tração cervical ou lombar é mais um tratamento que tem sido realizado por fisioterapeutas. Este procedimento tem como objetivo promover uma liberação da tensão entre as vértebras e o retorno do disco vertebral para o lugar correto.

Dependo do caso e das condições disponíveis, é possível montar um espaço na residência do paciente para realizar o tratamento.

Será preciso providenciar equipamentos, informar-se sobre onde alugar camas hospitalares e outros itens necessários, mas pode ser uma forma mais confortável de realizar o tratamento.

Prevenção é o melhor caminho

Os tratamentos são importantes, mas a prevenção é ainda melhor se o objetivo é manter-se longe de problemas, como hérnia de disco, por exemplo. Por isso, confira 6 dicas que te ajudarão a prevenir os problemas na coluna:

  • Exercite-se regularmente;
  • Mantenha um peso corporal saudável;
  • Mantenha os músculos das costas fortes;
  • Siga as orientações de mecânica corporal para se levantar e abaixar;
  • Fique atento à sua postura ao usar notebook, celular ou tablet;
  • Consulte um médico;
  • Quem tem ou teve problemas de coluna conhece o desconforto causado pelas dores.

Mas o fato é que, às vezes, pequenas atitudes, como usar uma almofada de pescoço durante uma viagem de avião ou ônibus, ou evitar carregar bolsas e mochilas muito pesadas, podem evitar que essas dores apareçam.

Atenha-se aos detalhes, cuidados que parecem simples podem fazer muita diferença!

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *