Cuidados Tratamento

Conheça alguns tipos de tratamentos para dores agudas e rouquidão

A voz é uma das principais ferramentas de comunicação de um indivíduo, sendo muito importante para uma pessoa se expressar diante de outras.

Cada voz é única e pode dizer muito sobre cada pessoa, refletindo a personalidade. O distúrbio da voz e da comunicação oral, de maneira geral, é chamado de disfonia.

Saiba o que é a disfonia

Uma condição que causa modificação ou enfraquecimento da voz, e que também é conhecida como rouquidão. A disfonia não é considerada uma doença propriamente dita.

Mas sim, um sintoma de diversas condições patológicas que podem acometer um ser humano. Ela pode ser percebida por outros tipos de sintoma.

Como a dor e/ou falta de ar na fala, esforço excessivo para emissão da voz e até mesmo a perda da voz. A disfonia pode ter diversas causas diferentes, entre elas:

  • Emoções – de ansiedade a alegria – muito intensas, afetando diretamente a fala;
  • Uso inadequado da voz, geralmente utilizando muito a voz diariamente sem tomar os devidos cuidados;
  • Laringite;
  • Gripes, resfriados, alergias respiratórias e amigdalite;
  • Nódulos nas pregas vocais;
  • Câncer de laringe.

É possível prevenir a disfonia através de diversos meios, como a hidratação adequada, evitar o cigarro e as bebidas alcoólicas, evitar gritar, cuidar da alimentação e manter-se longe de situações de estresse.

Procurar um fonoaudiólogo também é ideal, principalmente para aqueles que usam a voz com muita frequência, afinal, esse profissional pode orientar diversos tipos de exercícios, para ajudar a evitar essa condição.

Além disso, o profissional especializado em fonoaudiologia, também pode prescrever exercícios vocálicos individualmente, de acordo com a necessidade de cada paciente.

No caso de haver a necessidade de tratamento para disfonia, a condição deve ser tratada de acordo com cada causa.

Para causas relacionadas à inadequação na utilização da voz, o repouso vocal aliado com a hidratação e o acompanhamento por um fonoaudiólogo é ideal.

Já para as infecções, o repouso vocal e a hidratação também são grandes aliados, porém a prescrição de medicamentos realizada por médicos, dependerá da origem da infecção, ou seja, se é viral ou bacteriana.

No caso de nódulos nas pregas vocais, a fonoterapia é a principal indicação. Porém, se os nódulos apresentarem uma gravidade maior, ficando conhecidos como pólipos, pode ser necessária uma cirurgia.

Além do acompanhamento de um profissional especializado em fonoaudiologia. Para as causas advindas de fatores emocionais, o ideal pode ser aliar a fonoterapia com a psicoterapia.

Conheça outros problemas que podem causar dores

Além da disfonia, há outras condições que podem afetar diretamente a saúde de muitas pessoas. Há diversos tipos de dor, por exemplo, que podem ser bastante desagradáveis.

E, até mesmo, incapacitantes para várias pessoas, devendo ser conhecidas para, então, serem prevenidas e, quando necessário, tratadas.

Uma dessas dores, é definida como dores de cabeça pulsantes, que podem ser acompanhadas de sensibilidade à luz e som e, muitas vezes, náuseas.

Essa condição é conhecida como enxaqueca e é muito comum, tendo cerca de 2 milhões de casos anualmente no Brasil.

Existem diversos tipos de tratamento para esse tipo de condição, como medicamentos e a auriculoterapia para enxaqueca. A auriculoterapia se assemelha muito à acupuntura.

Estimulando alguns pontos nas orelhas, com a finalidade de tratar e/ou aliviar sintomas em determinado órgão, representado por aquele ponto.

Já que a auriculoterapia acredita que a orelha representa o corpo humano, com cada ponto representando um órgão específico.

O estímulo pode ser feito através de agulhas, podendo ser filiformes ou intradérmicas. As agulhas filiformes são colocadas diretamente sobre os pontos, durante um período de tempo que varia de 10 a 30 minutos.

Já as intradérmicas, são aplicadas debaixo da pele em um período que pode chegar a 7 dias, por exemplo.

Além disso, a aplicação pode ser feita através de esferas magnéticas ou sementes de mostarda, sendo que ambas ficam cerca de 5 dias coladas na pele.

Outra condição que pode afetar muito a saúde de um indivíduo é a fibromialgia, uma condição que causa dores intensas por todo o corpo e pode vir acompanhada de estresse, fadiga, depressão e ansiedade.

Esse é um problema que, assim como as enxaquecas, é bastante comum, sendo que a grande maioria de pessoas afetadas por essa condição, são mulheres.

Porém, as razões pelas quais a maioria afetada por essa síndrome é do gênero feminino são desconhecidas. O tratamento é crucial para ajudar pessoas com essa condição.

E algumas pessoas preferem o tratamento natural para fibromialgia, que pode ser realizado através de chás preparados com plantas medicinais, aromaterapia, massagem relaxante, entre outros.

Porém, é válido ressaltar que é muito importante consultar um médico e seguir o tratamento prescrito por ele, já que ainda não há cura conhecida para tal condição.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *