Como funciona a rotina de um cuidador de idosos
Bem estar Cuidados Terceira Idade

Como funciona a rotina de um cuidador de idosos?

Talvez você já tenha pensado em se capacitar para o mercado de trabalho através de um curso de cuidador de idosos. Até porque, realmente, esta é uma área promissora com uma grande demanda geral por trabalhos.

E claro, quanto maior for a demanda, maiores também serão os trabalhos e as bonificações. Isto sem contar as possibilidades de crescer dentro de uma profissão, principalmente para aqueles que possuem em si uma veia empreendedora. 

Assim será realmente possível encontrar uma estabilidade em situações mais apertadas, afinal de contas a população do país está envelhecendo, e isso acaba sempre gerando mais demanda.

Mas você tem alguma ideia de como funciona a rotina de um cuidador de idosos? Ainda não? Então, hoje vamos nos aprofundar um pouco mais no tema. Logo, você pode tirar todas as suas dúvidas e decidir se este é o caminho certo para investir e empreender.

Como funciona a rotina de um cuidador de idosos?

Primeiramente é importante dizer que esta é uma questão que vai variar muito de cliente para cliente. Muitas famílias contratam cuidadores de maneira esporádica, no caso de precisarem fazer alguma viagem, ou mesmo terem um compromisso inesperado.

Tem outros que precisam de dedicação contínua, principalmente quando estão por uma grande parte do dia fora de casa. Isto faz com que seja necessário alguém para fazer a companhia e prestar auxílio e socorro caso seja necessário.

Muitos clientes também variam bastante de estado de saúde. Então alguns mais precisam de uma pessoa para lembrar dos remédios e entregar as refeições na hora correta.

Outros podem contratar simplesmente para ter um cuidado, bem como ter a certeza de que o idoso não estará sozinho, disposto a alguns riscos.

E existem aqueles casos em que o paciente pode estar realmente debilitado, seja por conta de uma doença, ou mesmo por alguma limitação física que tenha ocorrido.

Entretanto é interessante notar que o cuidador não é um técnico de enfermagem, enfermeiro e muito menos um médico. Então algumas ações não podem ser diretamente feitas por ele, por exemplo, aplicar remédios injetáveis.

Idosos que precisam de soro aplicado de maneira intravenosa não deveriam ser cuidados por este tipo de profissional.

Mas claro, o conhecimento em primeiros socorros, até mesmo sobre massagens cardíacas, é realmente desejável e necessário. Por isso, um ótimo complemento para um curso de cuidador de idosos é exatamente um curso de primeiros socorros.

Lembrando que a ação mais importante em si é primeiramente chamar ajuda médica, de preferência uma ambulância.

Conheça algumas atividade rotineiras

Muitas são as ações que um cuidador de idosos precisa realizar. Mas as suas aplicações vão variar de acordo com a necessidade de cada paciente. Por isso, confira alguns momentos que precisam de bastante atenção:

  • Remédios;
  • Posição do idoso;
  • Convívio;
  • Higiene;
  • Alimentação.

Para que o entendimento fique ainda mais claro, falamos um pouco sobre cada tópico a seguir. Veja mais:

Administração de remédios

Primeiramente é comum notar a questão da administração de medicamentos. É importante que o cuidado exija o acesso à receita diretamente escrita pelo médico. Isto é um requisito que deve ser pedido antes mesmo de se começar a trabalhar.

Até porque podem haver familiares que se confundam em relação às doses, e outros que infelizmente podem agir de má fé. Seja como for, o melhor é olhar a receita e agir de forma extremamente idêntica ao que for requisitado pelo médico em si.

Ajuste da posição do idoso

Outra atividade bastante comum é o ajuste de posição da pessoa na cama. Alguns dos seus pacientes idosos já não podem mais se locomover de maneira livre.

Alguns possuem sequelas motoras derivadas de um derrame ou outro problema neurológico. Enquanto outros realmente podem estar fracos por conta de algum tratamento específico.

Então é essencial não deixar que o idoso esteja constantemente na mesma posição. Isto não só é desconfortável, mas também podem ocorrer lesões e outros problemas. 

E como alguns podem estar com pouco nível de consciência é possível que nem reclamem, sendo a sua responsabilidade evitar algum problema mais sério.

Crie um relacionamento saudável

Para garantir que você tenha uma capacidade real de fazer boas escolhas, é importante também trabalhar sua empatia e convívio com o idoso. 

Então, se for possível e não incomodar, tente estabelecer um relacionamento com a pessoa, fazendo com que ela tenha uma maior liberdade em contar com a sua ajuda.

Outros cuidados necessários

Os cuidados de higiene são parte fundamental, mesmo que seu papel seja de fiscalizar se tudo está ocorrendo da maneira certa. Entretanto, em vários casos você precisa estar com parte ativa em outro processo.

Cuidar da alimentação é realmente importante, principalmente porque muitos idosos podem ter doenças metabólicas, por exemplo, diabetes, ou algum problema renal.

Fazer com que a refeição seja entregue na hora certa, nas porções certas e com os ingredientes certos, você também estará garantindo uma melhor qualidade de vida da pessoa.

O que preciso para ser um cuidador de idosos?

Primeiramente é necessário ter uma capacitação válida na área. Embora não existam grandes regulamentações estatais nesta função e sobre os cursos profissionalizantes, é interessante que você esteja realmente preparado para entregar um bom serviço.

Entretanto devemos dizer que existem algumas habilidades que precisam fazer parte não só do seu currículo, mas da sua personalidade também.

Por exemplo, um cuidador de idosos precisa ser alguém extremamente empático, precisa não só entender a situação limitante que seu paciente está enfrentando, mas também ter a capacidade de fazer o seu melhor para a qualidade de vida dele.

Também é importante que as pessoas estejam prontas para encontrar desafios que sejam um tanto quanto inesperados. Como você ter que fazer a higiene da pessoa em situações que muitos não teriam capacidade.

A paciência também é fundamental, pois alguns dos idosos podem ter questionamentos repetitivos, e até mesmo acabar fazendo coisas um tanto quanto irracionais. Isto irá exigir que você tenha uma dedicação integral àquela pessoa. 

Evitando com que você se encontre em situações complicadas. Principalmente caso tenha que transitar com a pessoa pela rua.

No mais é uma profissão que exige dedicação como outra qualquer. Seja um bom profissional e veja mais e mais oportunidades se abrindo para você. Quem sabe um dia você mesmo não cria uma empresa em uma área especializada em Home Care?

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *