alimentos
Curiosidades

COMO ARMAZENAR ALIMENTOS PARA QUE DUREM MAIS

Hoje em dia, o acesso à alimentação é praticamente ilimitado. Tudo o que precisamos está nas prateleiras das lojas. Os alimentos que compramos todos os dias têm prazos de validade diferentes. Para preservar sua qualidade e frescor, vale a pena saber como armazená-los adequadamente.

Armazenamento adequado de produtos alimentícios

No caso de produtos com embalagem, consta no rótulo a informação sobre o tempo e forma de armazenamento ideal. Siga o método de armazenamento recomendado e consuma o produto antes da data de validade sugerida. Vale lembrar que a embalagem em que se encontra o produto deve estar limpa.

No caso dos produtos comprados por peso, a situação é mais difícil, pois não temos uma embalagem com informações detalhadas. Em tal situação, é nossa responsabilidade determinar a maneira ideal de armazenar produtos e controlar sua condição. Infelizmente, muitos alimentos, mesmo que tenham suas embalagens, estragam antes do prazo de validade devido ao mau armazenamento. 

Como armazenar produtos na geladeira?

Colocar os produtos na Geladeira, onde a temperatura é baixa, é um dos métodos mais populares de conservação de alimentos. Alguns produtos, como a carne, o peixe e os laticínios, pertencem ao grupo dos que devem ser armazenados obrigatoriamente em condições de refrigeração. 

Lembre-se de separar a carne e o peixe crus dos produtos que podem ser consumidos sem tratamento térmico. Colocar a carne e o peixe crus em uma prateleira diferente na geladeira impedirá a entrada de bactérias ou outros patógenos. 

Algumas pessoas também armazenam ovos na geladeira para prolongar seu frescor. Observe que este produto não deve ser lavado antes do armazenamento,para não danificar a camada protetora natural contra a deterioração. Portanto, vale a pena colocar os ovos em um local longe de outros artigos para evitar a possível propagação de microorganismos na casca. 

No caso das hortaliças e frutas, a situação não é tão clara. O grupo de frutas que é melhor guardar na geladeira inclui framboesas, mirtilos, morangos, além das que já estão muito maduras e queremos diminuir o ritmo de mudanças que ocorrem nelas. 

Legumes que valem a pena guardar em local fresco são alfaces, rabanetes, cenouras, cebolinhas e couves-de-bruxelas. Lembre-se também de separar alguns tipos de vegetais e frutas (morangos, framboesas, cenouras, cebolinhas), pois mesmo em condições de refrigeração ocorrem alterações metabólicas que podem afetar outros produtos. 

Esta ação visa evitar o amadurecimento rápido de todos os produtos no refrigerador e proteger os demais produtos em caso de alterações desfavoráveis, como deterioração ou murchamento. Antes de colocar produtos frescos na geladeira, lave e seque bem para remover qualquer sujeira ou outros contaminantes.

Como armazenar produtos na cozinha?

Nem todos os produtos devem ser refrigerados. Para alguns itens, a cozinha (ou outro local além da geladeira) pode ser muito melhor para guardá-los.

O primeiro grupo de produtos que devem ser guardados fora do frigorífico são os produtos à base de cereais, incluindo o pão. Colocar o pão na geladeira pode afetar suas características de qualidade, ou seja, crocância, elasticidade e sabor.

Produtos como flocos, cereais, arroz e massas devem ser armazenados em local seco. O refrigerador será, portanto, inadequado, pois mantém uma temperatura baixa e umidade alta o suficiente para garantir as condições ideais para prolongar o frescor dos produtos. 

Existe um amplo grupo de hortaliças e frutas que são afetados negativamente pelas baixas temperaturas. Em primeiro lugar, lembre-se de não colocar alimentos que ainda não estejam maduros na geladeira, porque as condições nele podem retardar significativamente esse processo. Frutas como manga, laranja, banana ou melancia não são naturalmente acostumadas ao frio, por isso vale a pena colocá-las em um local onde a temperatura seja superior a 10 graus C. 

Guarde os alimentos em local escuro

A temperatura não é a única coisa que importa ao armazenar alimentos. Alguns produtos devem ser colocados em um local escuro para manter suas propriedades. Óleos se enquadram nesta categoria (exceto aqueles que devem ser mantidos na geladeira, por exemplo, óleo de linhaça). 

Devidamente protegido da luz, um local fresco evita a perda de nutrientes valiosos e prolonga a vida útil dos produtos. O armazenamento prolongado e impróprio de gorduras pode acabar estragando o alimento. É um processo que envolve a quebra de gordura e a formação de ácidos graxos livres. 

Independentemente da escolha do local e da forma de armazenamento dos alimentos, deve-se lembrar que o tempo decorrido desde o momento da compra até o consumo tem grande impacto na qualidade e no frescor dos produtos. 

Os produtos armazenados por mais tempo perdem muitos nutrientes valiosos, especialmente vitaminas. Assim, o armazenamento dos produtos alimentares afeta não só o seu sabor e qualidade, mas também o seu valor nutricional, pelo que, apesar da grande variedade de produtos e das inúmeras promoções, vale a pena adquirir apenas o necessário, em quantidades que nos permitam consumir em pouco tempo.