Cuidados Exercícios Terceira Idade

Atividades funcionais de uma casa de repouso

Seja qual for o motivo que leva o idoso ou o familiar a optar por casas de repouso em SP e demais localidades, é imprescindível analisar os prós e contras dessa decisão.

O indispensável é observar se há outras opções e compará-las minuciosamente.

Optar por uma casa de idoso, não torna a decisão definitiva, porém, caso esta vá contra a vontade da pessoa em questão, a insatisfação pode desencadear problemas severos, dentre eles a depressão e o desenvolvimento de demência.

São diversas as vantagens de optar por hospedar-se, ou hospedar um familiar, em uma casa de idosos.

Abrangem questões de segurança, conforto e saúde. Embora haja atividades recreativas e vantagens atrativas, é de essencial consultar a vontade do idoso a ser hospedado.

Existem lares, ou casa de repouso para idosos, que possuem atividades diárias para o estímulo dos músculos do corpo e mente, o que traz benefícios positivos para idosos mais dependentes.

Estes possuem toda uma equipe de enfermeiros, cuidadores de idosos e até médicos que auxiliam, diariamente, aos hóspedes.

Alguns destes não podem contar com o auxílio de familiares para suas tarefas diárias, em alguns casos é possível que o idoso já não tenha parentes vivos.

Sendo assim, a casa de repouso é recomendada, pois o convívio com os demais hóspedes ajuda a combater a solidão.

A necessidade de promover atividades

É notável o quanto agrega valor a esses locais, mais dinamismo, auto estima, integração e qualidade de vida.

Atividades lúdicas contribuem para melhoria da autoestima, podem proporcionar vários benefícios, como trabalhar as emoções, desenvolver a afetividade, diminuir o nível de ansiedade e angústia, estimular a convivência, além de exercitar as funções psíquicas e cognitivas, como é o caso da casa de repouso na Vila Mariana, por exemplo.

O lúdico permite ao hóspede desenvolver suas funções psíquicas, muitas vezes deterioradas, desde o ato da percepção à linguagem.

Atividades lúdicas podem reduzir fatores estressores, minimizando a ansiedade e a angústia presentes no cotidiano, uma vez que, nesse espaço, a expressão de sentimentos e a comunicação, são favorecidas por meio da formação de grupos gerenciados por um cuidador de idosos.

Atividades recomendadas

● Atividades ocupacionais, promovem o desenvolvimento, tratamento e reabilitação de idosos que necessitam de cuidados físicos, sensoriais, psicológicos e sociais, ampliando seu desempenho e participação social;
● Atividades musicais, vem com o objetivo de integração do idoso ao seu meio, procurando sempre mantê-lo com o máximo de sua capacidade funcional, evitando, assim, doenças crônicas que possam atingi-lo;
● Atividades cognitivas, têm o objetivo de preservar as funções intelectuais e promover intervenções terapêuticas que prolonguem a autonomia, através da estimulação da memória remota e recente, atenção, raciocínio lógico, concentração e noção de tempo e espaço;
● Atividade física, é considerada um diferencial para um estilo de vida saudável, por seus diversos benefícios à saúde física e mental;
● Atividades culturais, proporcionam a convivência, possibilitando uma valiosa troca de experiências, valorização pessoal, estimulam aspectos cognitivos como: atenção, coordenação, memória e percepção;
● Atividades de lazer, tem o intuito de despertar as potencialidades dos idosos para aspectos sociais e criativos, proporcionando momentos de socialização e descontração, promovendo a autoestima e qualidade de vida.

Constata-se, portanto, que todos os esforços devem ser empreendidos para garantir a capacidade funcional, cognitiva e mental do idoso, sendo necessário atentar-se às ações de cuidado, controle e prevenção de doenças próprias dessa idade.

Nesse sentido, as atividades lúdicas e físicas se constituem como intervenções fundamentais nesse processo, e o objetivo é de contribuir para uma maior qualidade de vida, incluindo na rotina dos idosos a prática sistemática de exercícios físicos, grupais e lúdicos.

Consiste em potencializar suas ações musculares, estimulando membros para resgatar a autonomia e autoestima, reconhecendo e diminuindo as limitações próprias da idade, destacando a importância de manter-se ativo fisicamente.

Para quem reside próximo à região, uma casa de repouso no Butantã, pode ser uma ótima escolha.

Uma das soluções para a aceitação do hóspede é encontrar um lar que possua conhecidos, ou seja, familiares ou amigos.

O fato de ter alguém de seu convívio próximo, tende a facilitar o processo de adaptação ao lar, além de, ao conversar com conhecidos que já residam lá, o idoso poderá compreender melhor os benefícios da estadia.

A imposição e adaptação a uma nova “residência”, sobretudo a idosos, não costuma ser fácil, devido às prováveis reservas em relação a qualquer tipo de mudança. Portanto, esta deve ser feita com calma.