uso de drogas
Saúde Tratamento

As causas e riscos do uso de drogas entre adolescente

Antes de mais nada, os fatores que levam uma pessoa a fazer o uso de drogas pode estar ligado à uma série de possibilidades. Estudos apontam que a curiosidade em sentir os efeitos provocados, a busca por alegria, euforia, bem-estar, traumas, problemas psíquicos e a fuga da realidade podem influenciar durante a escolha.

O estudo realizado pelo Grupo de Estudo e Pesquisa em Desenvolvimento e Intervenção Psicossocial (GEPDIP), aponta que 80% dos estudantes do 9º ano já consumiram alguma substância química.

Em primeiro lugar, vamos considerar que a pesquisa apontada acima foi baseada na faixa etária entre 13 à 15 anos de idade, com aproximadamente 100 mil estudantes.

O número elevado mostra a falta de conscientização entre pais e filhos sobre o uso compulsivo do produto.

O quanto antes houver uma preparação sobre as causas e consequências do uso de drogas, melhor será para a qualidade de vida da população. O pesquisador André Viela Komatsu descreve que as questões sobre o uso de drogas devem ser enfrentadas o quanto antes para que consequências maiores apareçam.

Quanto mais cedo o adolescente fizer o uso de drogas, da mesma forma, mais alta será a sua probabilidade em se tornar dependente crônico em substâncias químicas.

O Levantamento Nacional de Álcool e Drogas afirma que o consumo de drogas inicia-se entre 14 à 25 anos de idade, onde o sexo masculino prevalece nas pesquisas apresentadas. Se você não tem conhecimento, a dependência química é uma doença crônica, progressiva e sem cura.

O jovem que se torna dependente ainda cedo, sofrerá de consequências irreversíveis à saúde física e mental.

Compreendendo e combatendo os motivos que levam um adolescente a fazer o uso de drogas

Como foi descrito acima, há alguns fatores que interferem no momento da escolha. Todavia, é importante levar em consideração que a influência familiar e entre amigos podem potencializar o uso do produto.

A história da humanidade é marcada por descobertas, e o homem sempre procurou de substâncias químicas para alterar os comandos dos Sistema Nervoso Central (SNC). O uso de drogas inicialmente era usado em rituais religiosos, guerras e para fins medicinais, e consequentemente o uso começou a ser recreativo.

Ao longo dos anos uma diversidade em substâncias químicas surgiram, fazendo com que a população consuma compulsivamente produtos químicos.

A definição entre drogas lícitas e ilícitas potencializam o uso de produtos específicos, como por exemplo o álcool e a nicotina.

Lembrando que o alcoolismo leva anualmente 300 mil pessoas a morte, assim como, o cigarro 8 milhões de pessoas. A falta de informação interfere na conscientização do produto químico, influenciando para que jovens façam o uso da substância.

Cuidados nas reuniões de família
É comum que em reuniões de famílias o uso compulsivo de drogas cresça disparadamente.

Como não influenciar uma criança e um adolescente a fazer o uso do produto químico?

O uso de drogas traz riscos fatais a saúde humana, assim como, desenvolvendo cânceres em várias partes do corpo, problemas ao fígado, rins, a probabilidade do transtorno depressivo, ansiedade, doenças respiratórias, desnutrição,

comprometimento cerebral e dentre muitas outras doenças, além da dependência química crônica.

A relação entre bebida alcoólica e adolescentes alcança 77,2% na linha de consumo, além do mais, a bebida alcoólica infelizmente está ligada a diversão, relaxamento e bem-estar.

E seus efeitos colaterais? Lamentavelmente não é discutido perante a sociedade, potencializando o consumo do produto. É comum que os adolescentes façam o uso da substância como fuga da realidade e problemas psíquicos.

O sofrimento interno físico e mental pode causar preocupação, ultrapassando os limites do próprio corpo.

A preocupação excessiva pelo futuro, ou assim como, a tristeza profunda existencial interfere no momento da escolha.

O usuário de drogas apenas deseja que tais sentimentos desapareçam, fazendo com que a substância química alivie momentaneamente seus problemas internos.

Você deve estar se perguntando: Como combater o uso compulsivo de drogas? A informação é a fonte adequada para lutar contra o vício, as famílias devem evitar a compulsão do produto e iniciar um tratamento em uma clínica para alcoólatras ou em outras substâncias químicas mais potentes em uma clínica de recuperação.

Algumas cautelas devem ser tomadas
Saber os problemas físicos e mentais que o indivíduo sentirá futuramente despertará para a realidade.

As escolas devem trabalhar de forma intensiva com o intuito de beneficiar o aluno e evitar atitudes inconsequentes durante a sua juventude, pois a partir do momento em que o Sistema Límbico estiver gravemente afetado, o adolescente cairá em uma dependência crônica e sem cura. Por mais que não tenha cura, é possível viver em sociedade controlando seus impulsos.

Ajudando um adolescente a tratar a dependência química e alcoólica

A única forma para tratar a dependência química é recorrendo uma clínica de reabilitação, e para o alcoolismo uma clínica para alcoólatras.

O ambiente é ideal pois terá o auxílio de médicos, psicólogos, nutricionistas, supervisores e enfermeiros. Realizando constantemente uma avaliação médica, processo de desintoxicação e a ressocialização do adicto na sociedade.

O quanto antes os familiares realizarem o tratamento do adolescente em uma clínica de recuperação, melhor será para sua qualidade de vida.

Dessa forma, durante o processo de ressocialização o paciente entenderá os motivos que o levarão a fazer o uso do produto, além de aprender técnicas para evitar a compulsão na substância química.

No momento da escolha realize a internação em um lugar qualificado e adequado para o adolescente, o Grupo Flor de Liz pode te ajudar a encontrar uma clínica de reabilitação segmentada para adolescentes.

Procura o lugar qualificado? Entre em contato com nossos consultores e saiba da instituição mais próxima à sua casa. Ajude quem precisa!

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *