Alimentos
Alimentação

7 Alimentos que ajudam a controlar a pressão arterial

Segundo alguns Cursos Online de nutrição, os alimentos como água de coco, iogurte e ameixas são excelentes opções para ajudar no objetivo de diminuir a pressão alta. Esses alimentos são ricos em potássio, um mineral que ajuda a liberar o excesso de sódio do corpo pela urina.

Além disso, saiba que o chá verde, romã, açafrão, beterraba e cacau e o alfarroba em pó são ricos em antioxidantes. Esses alimentos são ricos em compostos bioativos que reduzem a inflamação e promovem um melhor relaxamento arterial, melhorando a circulação e ajudando a controlar a pressão alta.

Veja alguns alimentos antioxidantes que melhoram muito a circulação sanguínea.

A hipertensão, também conhecida como pressão alta, é um aumento da pressão arterial que pode ser causado por fatores como dieta insuficiente, falta de atividade física ou de alterações nos hormônios, podendo levar em conta todos os sintomas como dores de cabeça, náuseas e letargia.

1. Romã

A romã é uma fruta rica em flavonóides, quercetina e taninos. Ela é composta por propriedades antioxidantes que tem o objetivo de prevenir inflamações e promover o relaxamento dos vasos sanguíneos, o que pode ajudar a reduzir a pressão alta. Veja como as romãs podem ajudar a baixar a pressão alta.

Como consumir: Para obter os benefícios da romã, você pode comer a fruta crua, no café da manhã, lanche ou sobremesa, ou adicioná-la ao suco, chá, iogurte ou salada.

Precauções: O consumo excessivo de cascas e caules de romã é tóxico e pode causar náuseas, vômitos ou envenenamento grave que pode levar à morte. As romãs não são adequadas para crianças que são menores de 2 anos. Além disso, pessoas com gastrite devem evitar alimentos contendo romã, pois pode irritar o estômago.

As grávidas ou as mães que estão amamentando devem consultar um médico antes de consumir a fruta.

2. Água de coco

A água de coco contém uma grande porcentagem de potássio, um mineral que ajuda dentro do relaxamento das artérias, aumenta a eliminação de sódio na urina, melhora a circulação e reduz a pressão alta. Saiba como a água de coco pode ajudar a baixar a pressão alta.

Saiba que a água de coco deverá sempre ser consumida com as refeições, com uma quantidade de no máximo de 3 xícaras por dia.

Precauções: Diabéticos devem consumir apenas 1 copo desta bebida por dia para evitar níveis elevados de açúcar no sangue.

Já as pessoas com problemas renais só devem beber água de coco sob orientação médica.

3. Chá verde

É uma bebida rica em catequinas e flavonóides, compostos bioativos com potentes propriedades antioxidantes, o chá verde promove a saúde arterial e melhora o relaxamento dos vasos sanguíneos, auxiliando dentro da redução da pressão alta.

A quantidade máxima recomendada de chá verde para pacientes hipertensos é de 3 xícaras de chá por dia, que podem ser tomadas antes ou após as refeições.

Precauções: O consumo excessivo deste chá pode causar náuseas, insônia, azia, vômitos e alterações na frequência cardíaca. Pessoas com problemas nos rins, fígado, anemia, gastrite, úlceras e insônia não devem tomar chá verde. Da mesma forma, crianças, mulheres grávidas ou lactantes não devem beber este chá.

4. Semente de abóbora

As sementes de abóbora contêm aproximadamente 820 miligramas de potássio por 100 gramas, um mineral importante que ajuda a eliminar o excesso de sódio pela urina, ajudando a reduzir a pressão alta.

Esta semente pode ser consumida torrada, inteira ou triturada, ou consumida pura, como sendo um excelente aperitivo, ou adicionada a saladas, sucos, iogurtes e frutas.

Segundo a área da nutrição, a ingestão excessiva desta semente tende a causar diarreia e gases. Além disso, a semente é rica em calorias, por isso deve ser consumida em quantidades moderadas, principalmente para quem está tentando emagrecer.

5. Cacau

O cacau também é rico em catequinas, flavonóides e taninos, compostos bioativos com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que tem o objetivo de estimular o aumento do óxido nítrico dentro do organismo, substância que tem o objetivo de ajudar a relaxar os vasos sanguíneos, melhorar a circulação e reduzir o estresse.

O chocolate pode ser consumido naturalmente, através de cacau em pó ou chocolate meio amargo ou amargo. Também pode ser consumido adicionando cacau alcalino em iogurte, leite ou frutas. Uma pessoa pode comer até 40 gramas de chocolate amargo ou amargo por dia.

Pessoas que têm problemas para dormir ou têm problemas com gastrite, refluxo ou úlceras devem sempre evitar o cacau.

6. Ameixa seca

A ameixa é uma fruta que é muito rica em potássio com 830 mg desse mineral por 100 gramas, o que ajuda no objetivo de remover o excesso de sódio dentro do organismo, reduzindo a pressão alta e previne complicações como acidente vascular cerebral ou arritmia.

Para obter os benefícios desta fruta, você pode comer 1 ameixa seca por dia como café da manhã, lanche, almoço ou jantar.

As ameixas secas contêm todos os nutrientes concentrados e contêm mais açúcar do que as frutas frescas, por isso devem ser consumidas com moderação, principalmente por diabéticos, durante o processo de perda de peso.

Pessoas com problemas renais somente deverão consumir a ameixa seca sob orientação médica.

7. Uva

As uvas, especialmente as roxas, são ricas em resveratrol, taninos e flavonóides, que são compostos bioativos com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que podem melhorar a função, ajudar a dilatar os vasos sanguíneos, promover a circulação sanguínea e reduzir a pressão alta.

Você pode comer até 10 uvas com casca, de preferência em sua forma natural, por dia. No entanto, a fruta também poderá ser adicionada a produtos como sucos naturais, iogurtes e saladas.

As uvas são frutas moderadamente glicêmicas, portanto, os diabéticos devem comê-las com moderação.

Se você tiver interesse em saber mais sobre nutrição ou até mesmo se profissionalizar nesta área, saiba que hoje em dia existem muitos Cursos online oferecidos no mercado, alguns até mesmo gratuitos.